A Rádio Universitária inova mais uma vez! Agora você também pode curtir a programação da 99,7 FM através do giro planetário do site Rádio Garden. Conheça essa nova forma de acesso e ouça a Rádio Universitária 99,7! É a UFVJM na frequência do saber!



  • PDF
  • Print
  • E-mail

Realizado 1º Fórum de Políticas Interinstitucionais da UFVJM

Reitor afirma que universidade tem capacidade de unir e agregar diferentes partidos políticos e ideologias

Ex-reitora pró-tempore da UFVJM, profª Mireile São Geraldo dos Santos Souza, foi homenageada na abertura do evento (Foto: Luan Cunha/UFVJM)

 

No último dia 22 de novembro, foi realizado em Diamantina o 1º Fórum de Políticas Interinstitucionais da UFVJM.  O evento reuniu vários políticos da região, como prefeitos, vereadores, deputados estaduais e federais, além de um representante do Ministério da Educação (MEC), do vice-governador de Minas Gerais e secretários de Estado, bem como representantes da comunidade acadêmica e sociedade civil organizada para discutir formas de ampliar a integração da universidade com as instituições do Norte, Nordeste e Noroeste de Minas Gerais.

Os principais objetivos do fórum foram a apresentação do programa da UFVJM “Universidade nas Comunidades”, e a apresentação das possibilidades de construção de políticas interinstitucionais de desenvolvimento que envolvam a UFVJM e as prefeituras municipais dos territórios de abrangência da universidade, além de consolidar uma Frente Parlamentar em Prol da UFVJM.

Estiveram presentes na mesa de abertura do 1º Fórum a ex-reitora pró-tempore da UFVJM, profª Mireile São Geraldo dos Santos Souza, homenageada pelo atual reitor, prof. Janir Alves Sousa, o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant, o secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos, o assessor especial do MEC, Coronel Paulo Roberto, o defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, e o prefeito de Diamantina, Juscelino Brasiliano Roque.

Para compor a Frente Parlamentar em Prol da UFVJM, estiveram presentes os deputados federais Domingos Sávio, Hercílio Coelho Diniz, Igor Timo, Rodrigo de Castro e o deputado estadual Arlen Santiago.

Um dos objetivos do fórum foi a criação da Frente Parlamentar em Prol da UFVJM. O deputado federal Rodrigo de Castro (PSDB) foi um dos que se comprometeram em apoiar a instituição (Foto: Luan Cunha/UFVJM)

 

O evento também contou com palestras e discussões sobre vários temas: “Ações para revitalização da Bacia do Jequitinhonha” foi conduzido pelo deputado Igor Timo e seu assessor, Sérgio Leal; o “Projeto Intermunicipal: Caminho de Saint-Hilaire” teve a apresentação do diretor de Turismo da Secretaria de Cultura, Turismo e Patrimônio de Diamantina, Luciano Amador; o “Fortalecimento das Instituições e a Importância do Desenvolvimento de Projetos” foi abordado pelo presidente da Companhia de Habitação de MG (COHAB), Bruno Oliveira Alencar; e para falar sobre “Possibilidades de projetos e pesquisas na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFVJM” foi convidado o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Marcus Vinícius Guelpeli; além do momento de fala do representante dos prefeitos, Leandro Santana, prefeito de Ponto dos Volantes e presidente da UMVALE (União dos Municípios do Vale do Jequitinhonha) e também da representante da comunidade, Maria da Conceição Fernandes.

De acordo com o vice-governador de Minas, Paulo Brant, o evento é de extrema relevância, pois é uma mobilização política em seu sentido pleno pela presença de diferentes atores da região no sentido de formular um projeto efetivo de desenvolvimento para o Vale, envolvendo os municípios e as organizações da sociedade civil. “O papel da universidade federal é fundamental, não só pelo que ela representa, como por tudo que ela traz de conhecimento e de ciência. Hoje sabemos que a economia do futuro será conduzida pelos novos conhecimentos, novas tecnologias e pela inovação. Sendo assim, é impossível pensar em qualquer projeto de desenvolvimento para os Vales que não passe pela universidade federal”, analisa o vice-governador.

“Precisamos de ciência na veia para um projeto efetivo de desenvolvimento que saia do papel. E a ideia desse 1º Fórum é que ele se transforme em um grande movimento capitaneado pela universidade, pelos prefeitos, envolvendo os parlamentares e, é claro, pela sociedade civil, que será a responsável por formular os projetos de desenvolvimento futuro dessa região. E o governo do estado, obviamente, dará todo o apoio, mas não será ele a dizer o que se deve fazer e, sim, a sociedade civil”, finaliza o vice-governador.

Para o representante do MEC, Coronel Paulo Roberto, o MEC se fez presente no evento para ofertar um ombro à UFVJM, pois vai haver mudança substancial no país e, segundo ele, essa mudança, para melhor, vai partir da universidade. “O MEC tem convicção da importância das universidades na construção de um país promissor. Nesse sentido, estamos aqui para apoiar a iniciativa de aproximação da universidade com a comunidade em prol do desenvolvimento local e regional. É preciso que a universidade deixe o lugar de líder em um município ou uma região e se aproxime da sociedade como um lugar plural, de debates de ideias, de construção do saber, de produção tecnológica. Não adianta a universidade fazer pesquisa se ela não tiver a extensão. A extensão deve ser o carro chefe da universidade, pois é exatamente através dela que a comunidade vai fazer parte do processo para que a universidade não se torne uma ilha”, afirma.

Para o coronel, é fundamental que haja uma redução no abismo que existe entre a universidade e a comunidade, para que o cidadão, pagador dos impostos que são revertidos para a construção do orçamento, que é distribuído para as universidades, tenha uma resposta do que é produzido no ensino e na pesquisa. ”A universidade é um templo sagrado do ensino e da pesquisa, mas que precisa se apresentar como extensão para o cidadão, pois, sem responsabilidade social em prol do desenvolvimento local e regional e da redução das desigualdades sociais, não há universidade”, conclui.

Participantes lotaram auditório da Pousada do Garimpo para a programação do turno da manhã do fórum (Foto: Luan Cunha/UFVJM)

 

Já o reitor da UFVJM, prof. Janir Alves Soares, afirmou que o saldo do 1º Fórum foi muito positivo, pois foi possível perceber como a universidade é querida no sentido de pertencimento e o quanto desejam empoderá-la. “Essa é a razão que nos leva a trabalhar de forma continuada e dar um sentido maior a cada membro que a compõe: o gestor, o professor, o técnico, o estudante, lembrando a importância da instituição. Com o 1º Fórum, pudemos perceber a capacidade da UFVJM em unir e agregar diferentes partidos políticos, diferentes formas de pensamento, de avaliação e de análise, diferentes correntes filosóficas, mostrando o verdadeiro sentido de uma universidade na sociedade, local de debate e de construção para que seja de fato uma instituição relevante”, conclui o reitor.

Assista a alguns depoimentos dos participantes do 1º Fórum de Políticas Interinstitucionais da UFVJM e veja um pouco do que aconteceu:

Veja mais fotos do evento na página da Reitoria no Facebook.

Last Updated on Wednesday, 27 November 2019 12:10
 

 

Campus I - Diamantina/MG
Rua da Glória, nº 187 - Centro - CEP 39100-000
Telefones: +55 (38) 3532-6024
Campus JK - Diamantina/MG
Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5.000
Alto da Jacuba CEP 39100-000
Telefone: +55 (38) 3532-1200 e (38) 3532-6800
Campus do Mucuri - Teófilo Otoni/MG
Rua do Cruzeiro, nº 01 - Jardim São Paulo - CEP 39803-371
Telefone: +55 (33) 3529-2700
Campus Janaúba - Janaúba/MG
Avenida Um, nº 4.050
Cidade Universitária CEP 39447-790
Telefone: +55 (38) 3532-6812 e (38) 3532-6808
Campus Unaí - Unaí/MG
Avenida Universitária, nº 1.000, B
Universitários CEP 38610-000
Telefone: +55 (31) 3677-9950